Brasil

MA: Padrasto mata jovem de 14 anos por não aceitar orientação sexual da vítima

Crime aconteceu na cidade de Bequimão na noite dessa quarta-feira.
Polícia acredita que vítima tenha sido enterrada viva.

Por Paulo de Tarso Jr., do Imirante.com

(Foto: Arte: Maurício Araya)(Foto: Arte: Maurício Araya)

Um crime bárbaro chocou a cidade de Bequimão em São Luiz no Maranhão na noite dessa quarta-feira (25). Um adolescente de 14 anos foi assassinado pelo padrasto, identificado como Manoel Elson Sirqueira do Nascimento, de 25 anos.

Ouça:

De acordo com a polícia existem várias versões para a motivação do crime. No entanto, para a polícia, a versão mais provável seria a orientação sexual da vítima. Manoel Elson não aceitava a condição do garoto, que era gay assumido.

A vítima foi encontrada enterrada em um terreno nas proximidades de onde morava. A polícia acredita, ainda, que o garoto tenha sido enterrado vivo pelo padrasto, que conseguiu fugir.

O crime
O autor do crime aproveitou a saída da mãe da vítima durante a tarde de quarta-feira para cometer o delito. Ao retornar à residência da família, a mulher foi informada pelo próprio padrasto que o garoto de 14 anos havia sido assassinado.

Inconformada, a mulher tentou denunciar o companheiro na delegacia, mas ele a impediu. Ameaçando-a com uma faca, Manoel Elson deixou a mulher em cárcere privado durante toda a noite.

Por volta da meia-noite, a mulher conseguiu fugir da residência e comunicar o ocorrido à polícia. No entanto, Manoel Elson Sirqueira do Nascimento conseguiu fugir.

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo