Mundo

Confira em fotos, um fim de semana marcado por Paradas LGBT pelo mundo

No fim de semana que marca os 50 anos do levante de Stonewall, diferentes cidades do mundo fazem marchas e demonstrações – em alguns municípios, pela primeira vez.

Matt Ezekiel, à esquerda, e Fritz Daniel Aguirre, à direita, na Parada do Orgulho LGBT de Manila, na Filipinas, no sábado. (Foto: Jes Aznar / Getty Images)
Matt Ezekiel, à esquerda, e Fritz Daniel Aguirre, à direita, na Parada do Orgulho LGBT de Manila, na Filipinas, no sábado. (Foto: Jes Aznar / Getty Images)

Desfiles para celebrar o orgulho LGBTQI+ aconteceram em todo o mundo neste fim de semana, comemorando o 50º aniversário do levante de Stonewall, em Nova York.

Foi um dia para reconhecer direitos conquistados, e exigir novos.

Em Istambul, os participantes foram forçados a se dispersar depois que a polícia turca disparou gás lacrimogêneo e balas de borracha, e em Cingapura os participantes protestaram contra os estatutos ‘anti-gay’.

Mas na Macedônia do Norte, os manifestantes se reuniram para a primeira Parada do Orgulho do país balcânico. E em Paris, eles enfrentaram um calor sufocante para as festividades anuais da cidade. Veja em fotos abaixo:

Participantes da Parada de Nova York. (Foto: Brendan McDermid/Reuters)
Participantes da Parada de Nova York. (Foto: Brendan McDermid/Reuters)

Cerca de 4 milhões de pessoas tomaram as ruas de Nova York neste domingo (30) na principal Parada do Orgulho LGBTQI+ da cidade norte-americana.

Crianças observam e incentivam a parada em Nova York. (Foto: Jeenah Moon/Reuters)
Crianças observam e incentivam a parada em Nova York. (Foto: Jeenah Moon/Reuters)

A comunidade LGBT da Turquia se juntou para uma pequena manifestação que terminou com bombas de gás e balas de borracha. Pelo quinto ano consecutivo, a marcha anual foi banida.

Participantes fugindo de gás lacrimogêneo na Parada LGBT em Istambul. (Foto: Lefteris Pitarakis / Associated Press)
Participantes fugindo de gás lacrimogêneo na Parada LGBT em Istambul. (Foto: Lefteris Pitarakis / Associated Press)

Nos anos anteriores, milhares de pessoas iam à demonstração, mesmo proibida. Neste domingo (30), houve um acordo com a polícia, que havia permitido que os organizadores lessem um manifesto e depois dispersassem.

No centro de Istambul, a polícia impede a Parada do Orgulho LGBT de prosseguir. (Foto: Murad Sezer/Reuters)
No centro de Istambul, a polícia impede a Parada do Orgulho LGBT de prosseguir. (Foto: Murad Sezer/Reuters)

Parte dos manifestantes, no entanto, não concordava com a proibição e permaneceram no local após a leitura do manifesto. A polícia, então, resolveu debandar a aglomeração de pessoas.

Italianos comemorando na Parada LGBT de Milão. (Foto: Miguel Medina / Agência France-Presse - Getty Images)
Italianos comemorando na Parada LGBT de Milão. (Foto: Miguel Medina / Agência France-Presse – Getty Images)

Pessoas em rostos pintados e trajes coloridos marcharam pelas ruas de Milão no sábado, agitando bandeiras e segurando cartazes na Parada do Orgulho da cidade.

Participantes de mãos dadas durante a Parada de Skopje. (Foto: Robert Atanasovski / Agência France-Presse - Getty Images)
Participantes de mãos dadas durante a Parada de Skopje. (Foto: Robert Atanasovski / Agência France-Presse – Getty Images)

Na Macedônia do Norte, os participantes deram as mãos durante a marcha “Orgulho de Skopje”, a primeira para o país conservador dos Bálcãs, que aguarda negociações para se juntar à União Européia.

Cidade do México, precursora dos direitos LGBT. (Foto: Christian Palma / Associated Press)
Cidade do México, precursora dos direitos LGBT. (Foto: Christian Palma / Associated Press)

Dezenas de milhares de pessoas participaram da Parada do Orgulho LGBT da Cidade do México, divertindo-se sob bandeiras e guarda-chuvas coloridos. A cidade foi a primeira capital latino-americana a legalizar o casamento entre pessoas do mesmo sexo em 2009.

Ativistas LGBT reunidos em Cingapura. (Foto: Wallace Woon / EPA, via Shutterstock)
Ativistas LGBT reunidos em Cingapura. (Foto: Wallace Woon / EPA, via Shutterstock)

Reunidos em uma manifestação “Pink Dot” em Cingapura, os manifestantes exigiram a revogação de um estatuto que criminaliza a relação sexual entre pessoas do mesmo sexo no país. O evento anual, que promove o respeito a diversidade, é o mais próximo que Cingapura tem de uma Parada do Orgulho LGBT.

Participantes comemorando na Parada LGBT da Espanha. (Foto: Josep Lago / Agence France-Presse - Getty Images)
Participantes comemorando na Parada LGBT da Espanha. (Foto: Josep Lago / Agence France-Presse – Getty Images)

Em Barcelona, ​​os participantes desfilaram no topo de um ônibus que agitava os participantes durante a Parada do Orgulho LGBT.

Participantes da Parada LGBT do Quito sob uma bandeira do arco-íris. (Foto: Dolores Ochoa / Associated Press)
Participantes da Parada LGBT do Quito sob uma bandeira do arco-íris. (Foto: Dolores Ochoa / Associated Press)

Os participantes da Parada do Orgulho LGBT no Equador aproveitaram para comemorar também a legalização do casamento entre pessoas do mesmo sexo aprovado pela a mais alta corte, tornando o país o mais recente das Américas a reconhecer o direito ao casamento igualitário.

Parada do Orgulho LGBT em Lisboa, em Portugal, no sábado. (Foto: Miguel A Lopes / EPA, via Shutterstock)
Parada do Orgulho LGBT em Lisboa, em Portugal, no sábado. (Foto: Miguel A Lopes / EPA, via Shutterstock)

Participantes seguravam cartazes e bandeiras coloridas do arco-íris sob um cordão de balões em Portugal, durante a Parada do Orgulho LGBT de Lisboa, no sábado.

Na Índia, participante celebra o orgulho LGBT. (Foto: Arun Sankar / Agência France-Presse - Getty Images)
Na Índia, participante celebra o orgulho LGBT. (Foto: Arun Sankar / Agência France-Presse – Getty Images)

Participantes dançaram nas ruas de Chennai no domingo, durante a Parada do Orgulho LGBT. Em setembro passado, o principal tribunal da Índia derrubou uma lei que criminaliza a homossexualidade, embora a discriminação persista no país.

Milhares de pessoas nas ruas quentes de Paris, durante a Parada do orgulho LGBT. (Foto: Ian Langsdon / EPA, via Shutterstock)
Milhares de pessoas nas ruas quentes de Paris, durante a Parada do orgulho LGBT. (Foto: Ian Langsdon / EPA, via Shutterstock)

Milhares de ativistas desfilaram na Parada do Orgulho LGBT na cidade francesa no sábado, agitando bandeiras coloridas, trios elétricos animavam os participantes em Paris, apesar de uma onda de calor forte.

Parada do Orgulho LGBT em Katmandu, no Nepal. (Foto: Navesh Chitrakar/Reuters)
Parada do Orgulho LGBT em Katmandu, no Nepal. (Foto: Navesh Chitrakar/Reuters)

Membros do Queer Youth Group, uma organização de direitos LGBT no Nepal, durante a Parada do Orgulho.

Artigos relacionados

2 comentários

  1. GOSTARIA MUITO DE VER PUBLICAÇÕES DE NOSSA PARADA DA DIVERSIDADE SEXUAL DE MESSEJANA – CEARÁ.
    ACREDITAMOS QUE É A UNICA PARADA ORGANIZADA POR MULHERES LESBICAS , BISSEXUAIS E TRANS.
    É A 2ª MAIOR DO ESTADO E ACONTECERA 9ª NO DIA 15 DE SETEMBRO DE 2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo