Mundo

Mais de 1 milhão de pessoas participam da Parada LGBT em Berlim

Ruas de Berlim ficaram lotadas e coloridas com participantes usando trajes elaborados, incluindo roupas inspiradas na jogadora de futebol Megan Rapinoe e na série de TV americana "The Handmaid's Tale".

Parada do Orgulho LGBT reúne milhares de pessoas em Berlim neste sábado, 27. (Foto: Axel Schmidt/Reuters)
Parada do Orgulho LGBT reúne milhares de pessoas em Berlim neste sábado, 27. (Foto: Axel Schmidt/Reuters)

Centenas de milhares de pessoas participaram da Parada do Orgulho LGBT em Berlim, na Alemanha, neste sábado (27). O tema deste ano foi: “Toda revolta começa com a sua voz”.

As ruas de Berlim ficaram lotadas e coloridas com participantes usando trajes elaborados, incluindo roupas inspiradas na jogadora de futebol Megan Rapinoe e na série de TV americana “The Handmaid’s Tale”.

Participante fantasiada durante a Parada do Orgulho LGBT em Berlim. (Foto: Axel Schmidt/Reuters)
Participante fantasiada durante a Parada do Orgulho LGBT em Berlim. (Foto: Axel Schmidt/Reuters)

O evento celebrou os direitos LGBTQI+, com desfile de carros alegóricos e caminhões de som. A caravana começou ao meio-dia na conhecida avenida comercial de Kurfürstendamm e avançou lentamente ao ritmo da música techno e dos slogans políticos, até chegar ao icônico Portão de Brandemburgo no distrito governamental no meio da tarde, onde o desfile terminou após vários discursos.

Pela primeira vez, a bandeira do arco-íris foi levantada na sede do partido conservador da chanceler Angela Merkel, a União Democrata Cristã (CDU), como um aceno para a marcha, que corria em frente ao prédio.

“É uma data política. É importante que mostremos solidariedade”, disse o secretário de Estado para a Europa, o social-democrata Michael Roth, que participou do desfile e lembrou os muitos países onde pessoas LGBT são legalmente perseguidas.

Cãozinho participa de Parada do Orgulho LGBT em Berlim. (Foto: Axel Schmidt/Reuters)
Cãozinho participa de Parada do Orgulho LGBT em Berlim. (Foto: Axel Schmidt/Reuters)

A manifestação estava prevista para durar até a meia-noite, no Tiergarten, um grande parque no centro da capital. Há muitas apresentações musicais planejadas, entre as quais a ex-Spice Girls, Melanie C e DJ Felix Jaehn.

Os organizadores esperavam entre 500 mil e 700 mil participantes, embora a mídia tenha apontado a participação de 1 milhão de pessoas.

Em 2017, o parlamento da Alemanha apoiou a legalização do casamento entre pessoas do mesmo sexo em uma votação histórica.

O nome do evento, Christopher Street Day, se refere à Christopher Street, rua de Nova York onde ocorreram, no final de junho de 1969, protestos no bar Stonewall Inn contra batidas policiais e abusos da polícia contra pessoas LGBT. O evento é considerado um marco inicial do movimento pelos direitos LGBT.

Participantes da Parada do Orgulho LGBT perto da Coluna da Vitória em Berlim. (Foto: Axel Schmidt/Reuters)
Participantes da Parada do Orgulho LGBT perto da Coluna da Vitória em Berlim. (Foto: Axel Schmidt/Reuters)

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo