Minas Gerais

Polícia Militar proíbe Parada LGBT de Aglomerado da Serra, em MG

(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

O Aglomerado da Serra, maior favela de Minas Gerais, teria hoje sua primeira Parada do Orgulho LGBT, mas foi proibida pela Polícia Militar. O evento ocorreria de 12h às 20h, mas a Polícia embargou antes de se iniciarem as atividades, quando o público já começava a participar. Os organizadores avisaram que todas as devidas autorizações para a realização do evento foram solicitadas pela Prefeitura de Belo Horizonte, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros. As informações são da Mídia Ninja.

Leia abaixo nota na íntegra divulgada pela organização do evento:

Nota da Organização da Parada LGBTQI da Serra

A Organização da Parada LGBTQI+ da Serra vem por meio desta se manifestar contra a violação do direito de livre manifestação.

A Organização solicitou à Prefeitura de BH, a PM MG e ao CBMG as devidas autorizações para a realização do evento, nos termos e prazos estabelecidos pela legislação.
Apesar da solicitação ter sido efetuada com muita antecedência, a PM MG, de última hora, indeferiu o pedido.

A PM MG alegou que o indeferimento teria sido de decisão da PBH e está afirmou o contrário.

Solidariamente, o SindRede BH, Sindicato das Educadoras/és da rede pública municipal de BH, cedeu seu carro de som e fez a solicitação do evento novamente.

Hoje, na hora de início da concentração, a PM MG não autorizou o evento, apesar de se tratar do exercício de livre manifestação que, conforme a Constituição Federal, independe de autorização, bastando comunicação prévia.

Esse fato ocorre em território periférico, o que demonstra que o Estado NEGA direitos humanos e o faz por adotar uma política racista, LGBTfobica.

Na próxima semana, a Organização vai solicitar nova autorização e tão logo soubermos divulgaremos novamente.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo