Televisão, Séries & Novelas

Globo escala modelo trans para interpretar Morte em nova novela

Canal escolheu Marcella Maia para viver papel polêmico em Quanto Mais Vida Melhor.

Marcella Maia estreia em novelas em Quanto Mais Vida Melhor. (Foto: Reprodução/Instagram)
Marcella Maia estreia em novelas em Quanto Mais Vida Melhor. (Foto: Reprodução/Instagram)

A Globo escalou a modelo e atriz Marcella Maia para interpretar a Morte em sua nova novela das 19h, Quanto Mais Vida Melhor. No folhetim, a personagem será responsável por receber os quatro protagonistas, vividos por Giovanna Antonelli, Vladimir Brichta, Mateus Solano e Valentina Herszage, no céu e dar uma nova chance para cada um deles, após um acidente fatal. Contudo, um desses personagens principais vai morrer ao final da trama.

Segundo a colunista Patrícia Kogut, do jornal O Globo, para se caracterizar para o papel da Morte, Marcella vem tendo um cuidado especial. Ao contrário de outras produções em que mostra esse ser do além de forma sombria e misteriosa, em Quanto Mais Vida Melhor, a Morte será inspirada em personagens do mundo infantil, afastando qualquer traço assustador.

A maquiagem e os efeitos visuais também ajudarão a amenizar a figura que pretende ser mais leve, ainda mais pela estreia da novela ser no ano que vem, época em que a pandemia do coronavírus pode ainda estar acontecendo. Vale lembrar que até o título da novela mudou para ficar mais leve (antes era A Morte Pode Esperar).

Conheça Marcella Maia

Marcella Maia estreia em novelas em Quanto Mais Vida Melhor. (Foto: Reprodução/Instagram)
Marcella Maia estreia em novelas em Quanto Mais Vida Melhor. (Foto: Reprodução/Instagram)

Marcella Maia tem 29 anos e é muito conhecida no mundo da moda, desfilando para diversas marcas e posando para capa de revistas famosas. Além das passarelas, a modelo também tem o ofício de atriz e cantora. Já esteve em produções americanas, como Mulher Maravilha, e em clipes de artistas famosos, como Fergie.

Hoje mulher trans, ela passou pela fase de transição de gênero quando tinha 19 anos. Marcella vive postando sobre o tema nas redes sociais e levanta a bandeira do respeito à diversidade. Ela, inclusive, quer lançar um livro contando sobre sua história de luta. Translúcida, Transante, Transparente é o título provisório da publicação de sua autoria.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo